—  Organizando Finanças Pessoais
As 10 piores maneiras de gastar seu salário!

Qual o dia mais esperado do ano? Natal? Carnaval? Ano-Novo? Hanukkah? Pode ser, para alguns. Para aqueles que têm a sorte de ter o “garantido” todo o mês, o dia mais importante do ano (curiosamente ocorre 12 vezes ao ano, sendo todas as vezes o dia mais importante do ano) é o dia do pagamento, ou payday (piada nível hard)! :p

gif lobo de wall street

Quando o dinheiro cai na conta, tudo aquilo de que você reclama religiosamente no trabalho, desaparece como que por mágica: “o chefe nem é tão mala assim, ele só grita comigo o dia todo porque quer o meu melhor”, “aquele ar-condicionado no máximo que me deixou gripada por 10 dias nem está tão frio hoje”, “nem me importo tanto de sentar ao lado da máquina de café fazendo aquele barulhão o dia inteiro”, “eu na verdade gosto de pegar 4 ônibus para ir para o trabalho porque dá tempo para ler”.

Para muitos, a alegria dura pouco: o salário pinga na conta como água em chapa quente: mal encosta já evaporou! Seja com dívidas ou contas para pagar, some num instante. Para os outros poucos sortudos (ou precavidos) que tem um pouco de sobra o problema começa com a criatividade, a criatividade gastadora! Incrível como temos  uma imaginação fértil de como podemos gastar dinheiro e nenhuma quando se trata de economizar.

Para ajudar você a ter ideias ruins de como gastar seu dinheiro (o mundo está cheio delas), nós aqui no Warren nos juntamos para poupar sua criatividade gastadora e mostrar que se você realmente quer continuar a queimar seu suado dinheiro, não é difícil e ajudamos com algumas boas (péssimas) ideias.

meme do urso sentado

Para facilitar, reunimos em categorias:

Esdrúxulas

  1. Comprar passagem de avião com data errada (eu já fiz isso!);
  2. Comprar presente para o namorado em 12x, e ele larga você na semana seguinte, deixando as 11 parcelas restantes de recordação (aconteceu com uma amiga);
  3. Ser pego pelo guarda atendendo a uma ligação dirigindo…e era a sogra ao telefone;
  4. Todas aquelas cervejas que você toma no bar depois de passar do ponto da “alegria”;
  5. Emprestar dinheiro para o primo caloteiro porque ele tava na pior (como você vai estar quando tentar receber o dinheiro de volta, mas não vai conseguir);

Esdrúxulas disfarçadas de bom negócio

  1. Título de Capitalização;
  2. Pagar só a taxa mínima do cartão de crédito;
  3. Cheque especial (acho que no Zimbábue não tem juros mais altos do que no nosso cheque especial);
  4. Garantia estendida de eletrônico;
  5. Comprar carro novo, parcelado, sem entrada, em 60x (e não ter seguro).

Brincadeiras à parte, no Warren acreditamos, e acordamos cedo todos dias por essa causa, que o dinheiro suado tem que ser bem empregado e gasto com consciência total, pois o que parece “só papel” na verdade é a personificação de nosso bem mais precioso e escasso: nosso tempo. Quando compramos algo que não precisamos ou investimos mal, não é só dinheiro de que estamos abrindo mão, mas de nosso tempo de vida. Se o Neymar, a Gisele Bündchen ou o Zezé di Camargo postarem aqui nos comentários que “não é bem assim” eu até aceito. Para todos os outros mortais posso dizer com segurança: é seu tempo de vida que está indo embora naquele gasto supérfluo.

Eu tenho uma crença (bastante pessoal e não tenho pretensão de evangelizar ninguém) de que devemos gastar dinheiro com experiências não com coisas. Devo me contradizer diariamente, não tenho dúvida, afinal assim é com frequência nossa relação com o dinheiro: errar tentando acertar. Ainda assim sempre procuro pensar: quanto um gasto vai me dar de experiência a mais que não gastar? Tem como ter a mesma experiência sem gastar? Se houver, essa é minha opção. Explico: trocar de carro, a não ser que haja melhoria de segurança envolvida, dificilmente te dará uma experiência diferente do que andar com seu carro antigo. Agora comprar um jipe para fazer trilha pode te dar experiências que seu Palio nunca te dará.

Para fechar, depois de falar de sogra, capitalização, estoicismo e Palio, uma coisa é certa: ter um plano para seu dinheiro, investir com objetivos concretos e guardar sistematicamente para dias chuvosos nunca deu errado. É difícil começar, mas não há melhor dia para dar o primeiro passo que nesse dia, hoje, o dia mais feliz do ano…é mais fácil e simples que parece…

PS: E você, qual foi seu pior jeito de gastar?

PS2: Se tiver curiosidade, vale um papo com o Warren. Ele te ajuda a entender que tamanho objetivo é possível de se atingir, com que renda em que tempo. Vale o exercício, a simulação não custa nada.

Por Cristiano Wuerzius. Cris é casado, tem duas filhas e um monte de conta para pagar (pouquíssimas para receber). Ajuda com estratégia de crescimento no Warren e escreve bem menos do que deveria no blog 🙂
(Photo By Niels Steeman)