—  Bê-a-bá dos Investimentos
A grande aposta de Warren Buffet

Há boatos de que fazer gestão ativa dos investimentos, analisando empresas para tentar comprar as mais baratas e vender as mais caras é a forma que sua grana vai render mais. Que você precisa investir com especialistas que, teoricamente, “sabem” para onde os mercados vão. Certo? Errado.

Nós aqui do Warren não acreditamos nisso, a estatística não acredita nisso e sabe um dos homens mais ricos do mundo? Você talvez já tenha ouvido falar dele, aquele senhor, Warren Buffet. Sabe? Então, ele também não acredita.

Buffet defende que a grana administrada pelas corretoras de Wall Street, que cobram uma fortuna de taxas, geralmente vai dar mais lucro para quem está administrando do que para os clientes. Já falamos sobre isso, certo? O famoso conflito de interesses.

Agora, já com esse pensamento e visão além do alcance, lá em 2007, Buffet fez uma aposta pública de U$ 1 milhão com todos os gestores de fundos.

A aposta? Que o índice S&P 500, (500 principais empresas americanas), teria uma performance melhor que qualquer hedge fund (Fundos de Multimercado). E que logo, o rendimento da gestão feita por “amadores” seria maior que a de profissionais.

Apesar uma sugestão absurda na época, mas como nem todo mundo é bobo de apostar contra o próprio Warren Buffet, apenas uma pessoa aceitou entrar no jogo: Ted Seides, co-gerente da Protégé Partners, uma empresa especialista em administração de ativos. Cada um investiu U$ 500.000 em seus fundos escolhidos e depois sentaram e esperaram.

Corta para dez anos depois (no caso, para o ano de 2017).

Os cinco fundos escolhidos por Seides renderam 2.2% ao ano, enquanto o S&P 500 rendeu 7%. Não precisamos nem fazer os cálculos para dizer quem saiu ganhando nessa aposta, certo?

Apesar de só terminar oficialmente em 31 de Dezembro de 2017, o rival de Buffet publicamente já aceitou a derrota.. E o senhorzinho é tão bacana, que o U$ 1 milhão da aposta será doado  para a Girls Inc, uma organização que inspira jovens a serem fortes, corajosas e inteligentes, através de serviços de Direito.

Ok, mas o que nós, Warren, temos a ver com isso?

Muito! Nossos portfólios são construídos em cima da gestão passiva defendida por Buffet e, com a redução da taxa de juros, será cada vez mais difícil gestores e seus custos exorbitantes superarem os benchmarks. Ou seja, o que tem acontecido nos EUA já acontece por aqui e vai acontecer com cada vez mais frequência.

O resultado disso tem sido uma melhor rentabilidade de serviços como o Warren, que só esse ano já tem se igualado aos melhores fundos do país.

Além disso, através do Warren você pode investir no mesmo índice que Buffet apostou, já que nosso investimento em ações americanas é também no S&P 500 das 500 principais empresas americanas. Já pensou poder dizer que você está investindo na mesma sugestão que um dos caras mais ricos do mundo? :)

Você pode começar hoje mesmo a investir bem através do Warren, clicando aqui.

(Photo by NeONBRAND on Unsplash)