—  Objetivos e Sonhos
“Apenas comece!”

Perguntamos pra geral: “Por que investir pode ser muito bom?”
Hoje quem responde é o investidor, Tales Silveira de Souza.

“…o seu sonho, direta ou indiretamente, envolve dinheiro?”

Por: Tales Silveira de Souza.

Tudo começou quando li o livro “Pai Rico, Pai Pobre”. Lembro o quanto foi impactante e não imaginava que isso mudaria toda a minha consciência sobre o mundo financeiro. Afinal, qual menino de 15 anos teve educação financeira no Brasil? Pensar na ideia do dinheiro trabalhar para mim era simplesmente um “carinho” na minha preguiça. O máximo que escutamos sempre é “gaste menos do que tu ganhas”, o que já é um princípio básico para não entrar em uma bola de neve de dívidas, mas será que isso é o suficiente?

Todos nós temos algum sonho, a minha pergunta é: o seu sonho, direta ou indiretamente, envolve dinheiro? Sinceramente, acho difícil que a resposta seja não. É muito complicado pensar em se privar de algumas coisas simplesmente para deixar um dinheiro “parado”, mas o sucesso sempre vem acompanhado de privações. Investimento é uma palavra que abrange outros campos da nossa vida. Você investe em um dentista para não ter problemas no futuro, investe nos estudos para ter condições de arrumar um bom trabalho, e assim vai. O investimento financeiro é a mesma coisa.

Recentemente passei em primeiro lugar em um concurso público, e sabe por quê? Porque durante todo o processo de estudos visualizei minha aprovação, levava ela como uma realidade que só dependia dos dias até a prova (além do esforço diário, obviamente). Para investir, você precisa visualizar como você VAI estar daqui há alguns anos.

Li num livro a comparação entre duas estradas e o sucesso. Imagine duas estradas, uma exatamente do lado da outra. Em algum momento, uma delas começa a se distanciar, pouca coisa, mas, lá na frente, a distância já é considerável e logo depois as duas vão para caminhos completamente diferentes. Isso tenta mostrar a importância dos pequenos primeiros passos para a mudança. Sabe aqueles gastos desnecessários? 100 reais é muito pouco? Apenas comece!

Eu já ouvi, “mas se você morrer não vai ter aproveitado nada desse dinheiro” (e mais de uma vez), não sei vocês, mas eu não espero morrer tão cedo. E trabalhar até os 65 anos, para mim (geração Y), está fora de cogitação. O mundo dos investimentos é fascinante, quando você percebe que o dinheiro rendeu apenas por colocá-lo no lugar certo, já começa a ser gratificante.

Com 23 anos não tenho medo do que me aguarda no futuro, pois tanto sorte quanto azar não interferem no resultado final quando se tem objetivos concretos e “sangue no olho” para realizá-los, e tenho certeza que meus investimentos darão suporte para que isto aconteça.

(Photo By Ian Schneider)

Este post foi escrito, sem qualquer remuneração, por um cliente (que já consideramos um amigo e chamamos de um Warren :)), expressando seu ponto de vista sobre como investir pode ser bom!