—  Organizando Finanças Pessoais
Como fazer o dinheiro render com segurança

Economizar, poupar, juntar, acumular dinheiro. Esses são conselhos que ouvimos repetidamente durante toda a nossa vida. Um exemplo disso são as crianças, que já recebem cada vez mais cedo um cofrinho para guardar as moedinhas recebidas dos adultos. Mas afinal, o que é mais importante? Juntar dinheiro ou fazê-lo render?

Um dinheiro guardado não tem chances de aumentar e ainda corre sério risco de desvalorizar. Já um dinheiro investido rende através dos juros, o que faz seu seu patrimônio aumentar. Com esses argumentos fica fácil saber qual é a melhor opção, não é?

Antes de falarmos mais detalhadamente sobre como fazer o dinheiro render, vamos explicar um pouco a diferença entre juntar dinheiro e fazer o dinheiro render através dos investimentos. Vamos lá?

Leia também: Qual a melhor idade para começar a investir?

Juntar dinheiro nada mais é do que acumular dinheiro. Deixar em uma conta corrente que não rende, num cofrinho em casa, debaixo do colchão, ou qualquer outro lugar onde ele não conte com a ajuda dos juros compostos para valorizar.

investir é fazer seu dinheiro trabalhar para você. É usar a mágica dos juros compostos para aumentar seu patrimônio. Esse investimento pode ser feito de várias formas, em ações, títulos do governo, crédito privado…

Para entender um pouquinho mais sobre a diferença entre guardar dinheiro e investir, assista o vídeo abaixo:

Mas agora que você já sabe que para fazer o dinheiro render é preciso investir, que tal descobrir quais são os melhores investimentos para esse objetivo?

Os fundos de investimento são a melhor alternativa para quem busca rentabilidade e diversificação em um só lugar. Isso porque, dentro de um mesmo fundo, é possível você encontrar ativos diversos, como renda fixa e renda variável. Porém, é importante sempre lembrar que para objetivos de curto prazo (abaixo de 3 anos) não são indicados investimentos em ações, devido a sua volatilidade.

Na Warren você conta com o fundo de títulos públicos, que é um fundo 100% renda fixa, com o fundo de crédito privado, que é composto por 98% de crédito privado e 2% em títulos do governo, o fundo de ações brasileiras, que tem como meta superar o Ibovespa e o fundo de ações americanas, que engloba as maiores empresas americanas.

A Warren possui várias opções para fazer o seu dinheiro render mais e com segurança. Comece hoje mesmo: Conheça a Warren.