—  Organizando Finanças Pessoais
O dinheiro surgiu para facilitar as transações

Eu, por exemplo, acabei de comprar um café que me custou R$ 10,00 e paguei com uma folhinha de papel. Há mil anos atrás eu teria que entregar a perna de um boi pra fazer essa compra (troca). Confesso que me senti entregando um rim neste café de R$ 10,00, mas de fato foi só a tal folhinha de papel.

Cuidar bem do dinheiro pode proporcionar coisas muito legais. Como comprar um celular novo ou fazer uma viagem legal. Mas, mais do que isso, o dinheiro sendo bem cuidado economiza a coisa que mais vale no mundo, o nosso tempo.

Lembra que o dinheiro é só um facilitador. Ele vem como resultado do tempo que você dedicou para algo. Cada folhinha de R$ 10,00 que temos na mão surgiu de um esforço nosso. Então, se você ganha R$ 4 mil por mês, cada minuto seu são R$ 0,37 e o tal café de R$ 10,00, na verdade, custou 27 minutos da sua vida.

Esse exercício pode ser feito para coisas que você consome, mas também para como você investe.

Se você investe mal, está perdendo tempo de vida. Simples assim.

Isso inclusive mata o argumento de muita gente que diz que não tem tempo para investir bem. Você perde mais tempo ao não ter tempo.

Para elucidar isso em números, criamos o “Perdedômetro”.

O nome é ruim, mas queremos chamar sua atenção para o tempo de vida que você perde ao investir mal.

Faça o teste clicando AQUI.

E bora começar a investir bem!

Tito Gusmão
Warren

(Photo By Ales Krivec)