—  Organizando Finanças Pessoais
Saiba qual é a estratégia infalível para aproveitar bem a Black Friday

Mal entrou novembro e, para onde quer que se olhe, há uma chamada de Black Friday.
80% de desconto.
Piscando.
Em cores vibrantes.
Cobrando a sua atenção, como se fosse possível não lembrar de uma das datas mais importantes do calendário de e-commerce no país. Com data oficial no dia 23 de novembro, a Black Friday neste ano deve movimentar mais de R$ 2,3 bilhões no comércio eletrônico.

É importante lembrar que, com o fim do ano, o brasileiro tem gastos consideráveis, como o IPVA, IPTU, matrículas e festas comemorativas. Por isso, a ideia não é fazer o papel de chato e dizer “não compre”. Mas explicar como você pode ser feliz na Black Friday sem comprometer o seu orçamento. Basta apenas seguir algumas dicas simples.

— Um dos segredos para conquistar a liberdade financeira é o planejamento. Seja ele para a aposentadoria, troca de carro ou até para a Black Friday. Quando você planeja uma compra e garante que ela não será um fardo nas suas finanças, a satisfação é muito maior - afirma o Product Owner da Warren, Alex Frighetto.

Como planejar os gastos?

Quando o assunto é dinheiro, planejamento é fundamental, ainda mais em oportunidades que você fica suscetível a gastar mais. Há dois caminhos para planejar sua Black Friday: um mais imediatista e outro que pede um pouco mais de prazo, mas que é matador, pois lhe concede maior poder de compra.

Estratégia Black Friday no curtíssimo prazo

Faça uma lista: pegue um papel e uma caneta e liste tudo o que você quer comprar durante a Black Friday. Tudo mesmo, sem filtro. Roupas, eletroeletrônicos e por aí vai.

Olhe o seu orçamento: veja se o que você listou cabe no seu orçamento mensal e estabeleça um valor limite para as suas compras. Preveja os gastos sempre como se você comprasse à vista, pois o ideal é que você evite o endividamento em longas parcelas.

Refaça a lista: agora que você sabe até quanto pode gastar, cruze o valor limite com a real necessidade de cada item da lista. Certamente, você terá que cortar boa parte do que está ali. Para ajudar nessa hora: em época de promoções, nosso juízo de prioridade costuma ficar um pouco mais sensível. Por isso, pense, a máquina de lavar de última geração é realmente importante se a que você tem funciona perfeitamente? Ou melhor seria trocar o seu fogão no qual o forno não funciona mais?

Nessa estratégia de curtíssimo prazo, você pagará um pouco pela falta de um planejamento maior. O valor que você terá disponível para gastar sairá do seu orçamento do mês, de onde você paga as contas e se mantém.

Estratégia Black Friday dos sonhos

  • Faça uma lista com o que você quer aproveitar para comprar com desconto. Nesse ponto, seja razoável na escolha dos itens, pense na relação necessidade x prioridade, estabeleça coisas tangíveis;

  • Pesquise os preços de cada item, some todos os valores e anote o total. Para isso, conte com a ajuda de sites comparadores de preço, como Buscapé, BondFaro e outros;

  • Crie um objetivo de investimento específico de Black Friday e coloque como meta o valor total da sua lista de compras. Você pode fazer isso clicando aqui.

  • Durante o ano, faça os aportes mensais necessários para chegar à sua meta, pois isso fará com que os juros compostos trabalhem para aumentar os seus rendimentos e potencializar o seu poder de compra.

Essa estratégia tem prazo maior, mas garante diversos benefícios:

  • Você não se endivida com parcelamentos eternos no cartão de crédito;
  • Não precisa resgatar dinheiro de outras aplicações;
  • Seu fluxo de caixa segue o planejado. Como as compras são pagas com o que estava investido especificamente no seu objetivo de Black Friday, você não utiliza o dinheiro que seria destinado a outras despesas;
  • Consegue adquirir tudo o que você sempre sonhou.

Por isso, caso não tenha dado tempo para você criar um objetivo específico para a Black Friday deste ano, siga a estratégia 1 e já crie o seu objetivo para 2019 (estratégia 2).

Como fazer boas compras na Black Friday:

Segure o impulso

Como falamos antes, o exercite o seu poder de distinguir o que você quer com o que você realmente precisa. Descontos de até 80% podem ser úteis na hora de comprar algo que queira, mas podem impedir que você adquira algo que necessite de verdade.

O imperdível é realmente imperdível?

Pesquise os preços antes da largada da Black Friday nas lojas. Isso porque muitas costumam elevar os preços para depois disfarçar descontos. Caso encontre alguma dessas armadilhas, você pode entrar com uma reclamação no Procon.

Compre apenas de lojas que você conhece

Suspeite de superdescontos de lojas que você nunca ouviu falar. O Procon de São Paulo divulgou uma lista de sites que você não deve confiar, pois receberam diversas reclamações nos últimos tempos. Veja a lista clicando aqui.

Vamos criar o seu objetivo de investimento para a próxima Black Friday? Comece agora e tenha os melhores resultados

*Photo by David Calderón on Unsplash
*