—  Organizando Finanças Pessoais
Dormindo o sono dos justos

Você já vivenciou uma situação de estresse financeiro na qual teve que assassinar aquele cofrinho cheio de moedas? Pois é, para esses momentos que você precisa construir uma reserva de emergência.

Calma, não é tão complicado assim…

Vamos à prática!

Já que a vida é uma caixinha de surpresas, o ideal é você se adiantar: inverter o jogo e reservar um dinheiro para as adversidades financeiras que surgirem.

Você deve acumular de 6 a 12 vezes o seu salário. Isso vai dar uma boa reserva contra uma eventual tormenta!

Chamamos isso de “Objetivo de Emergência”. Ele é o primeiro objetivo de investimentos que todos precisam ter.

Por exemplo:

Digamos que você ganhe R$ 3.500,00. Então, seis vezes esse valor seriam R$ 21.000,00. E o ideal é construir essa reserva o mais rápido possível (no máximo 3 anos).

Como chegar lá?

Para atingir esse valor de R$ 21.000,00 em 3 anos, primeiro é necessário que você conheça o seu perfil (aliás, premissa básica nos assuntos financeiros!). Depois precisa saber em quais produtos vai investir (o portfólio de investimentos). Por fim, quanto precisa investir.

Supondo que você tem um perfil conservador e dado que o objetivo é de curto prazo (3 anos), você deve investir em um portfólio composto 100% por Renda Fixa e com maior relevância em produtos pós-fixados, como o Tesouro Selic. Isso é importante para caso você precise resgatar seu dinheiro antes do prazo.

Quanto?

Se o investimento inicial for R$ 5.000,00, você precisará fazer um investimento mensal de R$ 300,00 para atingir o objetivo. Claro que, quanto maior o investimento inicial, menor precisa ser o mensal e vice-versa.

Viu como não é tão difícil investir em algo que vai trazer a sua tranquilidade?

Deitar a cabeça no travesseiro e pensar que se algo acontecer você terá um dinheirinho guardado, é libertador!!!

fale com warren

(Photo BY Charles Deluvio)